11 de setembro de 2009

Aniversário. O que fazer?

Uma das coisas que quero fazer ainda nesta vida é ir a um aniversário da Malu. Por morar fora, nunca tive a oportunidade. Mas no de 15 anos, não importa onde estiver, eu vou! Promessa Ceiloca! A Ceila, todos os anos, faz festa pra Malu. Apesar dela achar que não é a melhor, TENHO CERTEZA, É a MELHOR! Ela se supera a cada ano na criatividade, Chapeuzinho Vermelho, Princesas, Emília... E também gasta, não o tanto que gostaria, mas gasta...

Foi ela quem me convenceu, sem saber, a fazer o aniversário de um ano do Tomás. Recebi um puxão de orelha quando disse que não ia fazer... Como estávamos no México, aprendi a fazer coxinha, esfiha e quibe. Uma loucura. O Memo, um amigo, encheu os balões com o Benji para decorar a casa. Tudo bem simples. Eu não sou de festa. Não tenho paciência para festa, por isso até gosto de estar no Brasil porque ai quem faz a festa é minha mãe e minha cunhada. Um sossego só.

O Tomás nunca teve noção do que é festa ou não. Pra ele, um bolo de chocolate era mais que suficiente. Foi assim. Três anos de festa não festa, tudo bem caseiro... do tipo bolo e vela. Mas agora, desde que começou a escola e, consequentemente, a ser convidado para festas e mais festas, tudo o que ele pensa é no dia do aniversário. E eu não posso falhar!

O aniversário dele está chegando e eu não sei o que fazer. Aqui nos Estados Unidos, pela graça do bom Deus, tudo é mais fácil. Festa de criança dura 2 horas, no máximo 3. E as pessoas respeitam. Você pode fazer em casa, desde que tenha algo para entreter como palhaço, teatro, ou num lugar específico. Estou pensando em comemorar o niver dele no Museu da Criança ou no boliche, mas não sei... São várias as opções. Tudo muito fácil e barato, comparado às festas em buffets brasileiros. Custa entre U$ 120 a U$ 200 dólares + bolo (que por sinal é horrível).

Mas eu não sou festeira, o que dificulta essa minha incursão no mundos dos aniversários. Aceito sugestãoes de lembranças, bolos etc. Lembrem-se, não sou festeira, não sou boleira e nem entusiasta das festas de aniversário. Uma pena, porque meu filho é festeiro, boleiro e ama aniversário! Tudo o quero é surpreendê-lo num dos dias mais importantes da sua vida! Help!!!!!!!!

4 comentários:

  1. uma coisa que eu sempre tive nas minhas festas e acho que não pode faltar é brigadeiro, beijinho e saquinho surpresa para as crianças levarem embora, com brinquedinho bobinhos.

    Essas lembrancinhas podem ser separadas por meninos e meninas, ou misturados os brinquedinhos.
    Não seria nada caro. Não sei se aqueles brinquedinhos "de 1,99" existem aí. Mas a intenção é que seja descartavel e que a criança lembre da festa depois q ela terminar apenas.

    ResponderExcluir
  2. amo festa, amo aniversário, amo planejar, amo fazer lembrancinhas diferentes, amo bolar convites geniais..enfim..amo o mundo das festas infantis.
    Bjks

    ResponderExcluir
  3. Ao contrario de ti...eu sou festeira !!
    Parece-me que a tua duvida principal são as lembranças para os meninos, porque não dar 1 caderninho para pintar com os respectivos lápis, personalizado com o nome do Tomás.
    Para doces sugiro salame chocolate, que é super facil e os miudos adoram, gelatinas, bolo de gomas. Qualquer coisa que eu possa daqui ajudar (do outro lado do oceano) é só dizeres :)

    Não stresses vai correr tudo bem, espero ter ajudado.
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Susuca,
    Confessa vc está se rendendo às festas de aniversário???? Eu tenho certeza que já deve estar especialista em salgados e até o Tomas comemorar 10 anos será a melhor boleira norte-americana entre os brasileiros daí... Nesse mundo do consumo dos States, fico até com vergonha de sugerir algo. Boliche me lembra bola - que tal uma argila pra criançada criar suas proprias bolas???
    Massinha colorida que aí deve ter de cada jeito que nem consigo imaginar... Aproveita e conta um pouco da nossa cultura futebolística...viajei demais, né!

    Agora, eu queria mesmo fazer festa todo mês. Celebrar a vida, pra mim, é o que vale a pena neste mundo do consumo. Adoro reunir gente, ficar nervosa com a chegada de cada um, ensinar à Malu agradecer cada presente, mostrar o significado da troca, a importância de partilhar a alegria. Festa é tudo na vida!!! E quanto mais ela é feita com as próprias mãos, melhor ela é. Este ano, eu resolvi fazer os enfeites...Foi hilário, mas valeu a pena! ela achou tudo perfeito e tenho certeza que o tomás tbem acha tudo perfeito. senão não teria tornando um festeiro! Meu sonho é ir um dia na festa do tomas aí nos States. bjkas. te amo!

    ResponderExcluir