3 de junho de 2008

Carta para filhos

Eu ainda não consegui escrever uma carta para Maria Luiza, mas sempre que leio uma carta de mãe para filho me dá aquela sensação de identidade com gostinho de cobrança. Ou seria inveja. Eita coisa humana que não admite ser ruim por mais maligno que seja...Mas voltando às cartas: leu a carta que a Mic fez para Julia neste mês? Tão linda. Eu adorei a carta e a foto da Júlia que está maravilhosa (Parabéns, Mic!)

No blog Bicho Solto ( uma escritora nata que, às vezes, atua como mãe blogueira) tem uma carta às pimentinhas. "Por vocês, aprendi a me impor, a ir atrás do que acredito, a não deixar pra lá", diz ela. Quer coisa mais linda que a não deixar pra lá? Eu sinto que a maternidade também me deu essa consciência de ser cidadã, a não deixar a injustiça, a violência, a hipocrisia...(a lista é grande) pra lá. Valeu, garota!

Outra carta que considero a Melhor das Melhores é da Ana Elisa Ribeiro. Não conhece? Então clica logo no hiperlink (abaixo) porque vale muito a pena dedicar seu tempo à essa leitura, mas não esqueça de dar uma passada no site Desabafo de Mãe depois para escrever sua carta ao seu filho. Se preferir escrever no seu blog, please, me manda a URL pra me passar inveja, topa?!

5 comentários:

  1. Tenho cartas que escrevo pra Gabi todas num caderninho!!!
    Tenho também um manual de mil coisas que ela deve fazer ainda não cheguei no item 1000 mas acho que antes dela completar 18 anos consigo chegar no item de 1000 coisas importantes para viver bem.

    ResponderExcluir
  2. Oi Fernanda, que lindo um caderninho de cartas de uma mãe para filha. Parabéns! Se um dia puder compartilhar como é essa experiência conosco no site Desabafo de mãe ( www.desabafodemae.com.br) seria muito legal. Saber desde quando escreve, o que a motivou fazer isso como se sente, enfim, s´~ao coisas que podem estimular outras mães..
    1000 coisas que sua filha deve fazer? como assim? explica melhor esse Manual. isso não pode levar sua filha a se sentir pressionada a fazer aquilo que está no manual?

    ResponderExcluir
  3. A ideia das cartas é legal. No super popular blog americano dooce.com, a autora faz cartas para a filha todo mês, sempr eleio e adoro. Ma snunca fiz pra minha...
    Adorei a citação à cara às pimentinhas. Realmente a maternidade ensina muito, muda muito a gente. Estou escrevendo um post (vai ficar longo) sobre isso, espero publicar até o final da semana.
    Beijos
    Renata

    ResponderExcluir
  4. Oi Rê, depois me passa o post com a carta. quero ler e se puder convidar seus leitores a fazerem cartas aos filhos - aqueles que não têm blogs pode usar o site Desabafo de Mãe. bjkas e boa sorte na construção do post longoooooooooo.

    ResponderExcluir
  5. Ceila é um manual divertido!!!
    De coisas simples que ela deve fazer!!!
    Da mais simples que é plantar uma arvore (que plantaremos nesse final de semana) até coisas para quando ela for mãe o exemplo de uma é: Seja mãe sem culpa, mãe leve, mãe plena.

    ResponderExcluir